23
nov
2014

Estudo, com mais de 2 mil executivos de empresas de médio porte de todo o mundo, incluindo do Brasil, mapeou tendências em relação a cloud computing, mobilidade e big data.

A Dell divulgou os resultados do primeiro GTAI – Global Technology Adoption Index (Índice Global de Adoção de Tecnologia, em português). O estudo concluiu que segurança representa hoje o principal desafio das empresas de médio porte em todo o mundo, segundo de mobilidade, big data e cloud computing. Enquanto 97% das organizações consultadas usam ou planejam utilizar a computação em nuvem (cloud computing) e quase metade (47%) já implementou uma estratégia de mobilidade alinhada às demandas do negócio, a adoção de big data ainda é um desafio para a maioria, com só 39% dos entrevistados sinalizando que identificam os reais benefícios dessa tecnologia.

Realizado a partir de uma pesquisa com mais de 2 mil empresas de médio porte de todo o mundo, incluindo do Brasil, o GTAI teve o intuito mapear como as organizações estão lindando com os seguintes temas: cloud computing (computação em nuvem), mobilidade e big data. A principal conclusão é de que a segurança representa hoje o principal desafio dessas companhias em relação a essas três tendências.

O  companhias em relação a essas três tendências, realizado a partir de uma pesquisa com mais de 2 mil empresas de médio porte de todo o mundo, incluindo do Brasil, teve como intuito mapear como as organizações estão lindando com os seguintes temas: cloud computing (computação em nuvem), mobilidade e big data. A principal conclusão é de que a segurança representa hoje o principal desafio dessas companhias em relação a essas três tendências.

O GTAI da Dell identificou que os tomadores de decisão de TI consideram a segurança como o maior obstáculo para a computação em nuvem (52%), para a mobilidade (44%) e para o big data (35%).

Adoção em massa de cloud computing

Os resultados do GTAI confirmam a disseminação de cloud computing. Quase todos os decisores de TI consultados (97%) disseram que suas empresas já usam ou planejam usar soluções em nuvem. O estudo aponta ainda uma relação direta entre a utilização de cloud e o crescimento das organizações. Entre as usuárias da nuvem, 42% experimentaram crescimento de 6% a 10% dos negócios nos últimos três anos; já entre as não usuárias, 37% tiveram crescimento nulo ou negativo no mesmo período.

Ainda de acordo com o estudo da Dell, os benefícios para o negócio tendem a ser maiores quanto mais soluções em cloud computing a empresa possui. Por exemplo, as médias empresas que utilizam três ou mais aplicações em nuvem experimentaram um crescimento 15% maior na produtividade dos funcionários em relação às que usam só uma solução em cloud.

O estudo concluiu que os três principais benefícios para os que usam cloud computing são: melhor alocação dos recursos de TI (44%), redução de custos (42%) e eficiência (40%). Além disso, identificou que 50% das empresas estão usando um tipo de nuvem, enquanto 26% adotam mais de dois tipos. A nuvem privada (private cloud) é, de longe, a solução mais usada de cloud computing, por 68% dos entrevistados. Quanto às aplicações em private cloud mais usadas, 41% são compartilhamento de arquivos, 40% banco de dados e 38% recuperação de desastres (38%).

Mobilidade: minoria tem políticas de BYOD

No quesito mobilidade, o estudo GTAI identificou que para 41% dos entrevistados o principal benefício do uso de dispositivos móveis nas empresas é a eficiência, enquanto que para 32% é a produtividade. Das empresas consultadas, 32% já utilizam políticas formais de BYOD (Bring Your Own Device) – na qual os funcionários podem utilizar dispositivos móveis pessoais no ambiente de trabalho, com maior incidência na região Ásia-Pacífico (37%) e América Latina (34%).

Metade dos entrevistados citou o risco de vazamento de dados por perda de dispositivos e uso de redes wireless não protegidas como o principal risco associado à mobilidade dos funcionários. Na sequência, indicado por 44% dos entrevistados está o medo de brechas de segurança como principal barreira para expandir a utilização da mobilidade corporativa.

As prioridades mais citadas em relação à mobilidade nas empresas são: para 38%, aumentar a segurança dos dispositivos; para 30%, melhorar a segurança dos ativos corporativos acessados por equipamentos móveis; e para 28%, aumentar a largura de banda. A maior parte das políticas de BYOD inclui regras de acesso ao email (81%), aos bancos de dados que estão em cloud (76%) e à intranet (70%). Depois de segurança, o custo (50%) e a complexidade de gerenciar muitas plataformas e equipamentos (35%) são citados como os principais riscos gerados pela mobilidade

Potencial de big data

A maioria das organizações (39%) entrevistadas pelo GTAI ainda não tem entendimento sobre como extrair o real valor do big data. Por outro lado, 61% admitem que possuem grandes volumes de dados que poderiam ser analisados.

O estudo mostra que as organizações que são mais eficientes na análise de dados para o negócio, por meio de big data, têm acompanhado um crescimento muito mais acelerado do que as demais. Entre as que utilizam, o crescimento médio anual dos últimos três anos é de 14%, quase duas vezes maior do que o reportado pelas que não fazem uso efetivo dessa tendência (8%).

Os entrevistados citaram que os principais obstáculos para a implementação de iniciativas de big data são: a infraestrutura é muito cara (35%), desafios relacionados à segurança dos dados (35%) e custo muito alto para terceirizar a análise ou a operação (34%). Em resposta a isso, a maioria das empresas opta pela nuvem privada (43%) ou servidores tradicionais (24%) para armazenar os dados, contra 11% em nuvens públicas.

Segundo o estudo, os tipos de dados mais utilizados nos projetos de big data das corporações são: dados operacionais (67%), CRM (47%), vendas (39%) e mídias sociais (34%). As empresas sentem que, em média, só usam 53% do potencial de informações que poderiam ser obtidas com a análise dos dados já disponíveis.

 

Fonte: IPNews

Add Comment

Your email address will not be published.

9 + 18 =