7COMm: Software nacional atrai mais de 100 companhias dos EUA

7COMmReleases7COMm: Software nacional atrai mais de 100 companhias dos EUA
24
nov
2014

20/02/2004

“Brazil Information Technology Conference and Expo (BIT)”, evento realizado em Washington, teve objetivo de promover negócios entre empresas brasileiras e americanas de TI

Mais de 100 executivos de companhias norte-americanas estiveram presentes na última terça-feira, (18/02), à “Brazil Information Technology Conference and Expo (BIT)”, evento realizado em Washington e voltado à promoção de negócios entre empresas brasileiras e americanas de TI.

A programação incluiu diversas apresentações e rodas de negócios one-to-one. A Vesta, empresa brasileira de consultoria de desenvolvimento de software especializada em integração e colaboração entre aplicações de comércio eletrônico, foi um dos destaques do encontro. Paula Santos Chief Executive Officer (CEO) e co-fundadora da companhia, apresentou uma urna eletrônica e detalhou as soluções de e-gov implementadas em países como Bolívia, El Salvador, Equador, Argentina, Costa Rica e Portugal.

Outros cases que despertaram grande interesse junto às companhias americanas foram o do Hospital Eagleville, na Pensilvânia, que utiliza um sistema de segurança desenvolvido pela Politec, e o da Owens Cornning, empresa responsável pela invenção da fibra de vidro e que adquiriu um sistema de SAP da Procwork.

“Brazil Information Technology Conference and Expo (BIT)”, evento realizado em Washington, teve objetivo de promover negócios entre empresas brasileiras e americanas de TISegundo Descartes de Souza Teixeira, diretor-executivo do Instituto de Tecnologia de Software (ITS), que organizou a BIT em parceria com a Sociedade Softex, foram feitos cerca de 70 encontros de negócios e, em média, cada empresa brasileira reuniu-se com oito companhias americanas.

A abertura do encontro esteve a cargo do embaixador do Brasil nos Estados Unidos, Rubens Barbosa, e do presidente da Sociedade Softex, Márcio Girão Barbosa. Roberto Jaguaribe, secretário de tecnologia do Ministério do Desenvolvimento, Indústria e Comércio Exterior (MDIC), destacou a importância conquistada pelo software dentro da nova política industrial do governo Lula.

Integraram a delegação brasileira Amazontech, 7COMm, Ci&T, Cimcorp, CPM, CTIS, Execplan, Instituto Atlântico, ProcWork, Politec, Senior Sistemas, Software Design, Stefanini, VESTA e W3PRO.

A BIT contou com o apoio do MCT/SEITEC – Secretaria de Política de Informática e Tecnologia, da embaixada brasileira nos Estados Unidos, do Brazil Information Center (BIC), da Câmara Americana de Comércio (Amcham) e da Financiadora de Estudos e Projetos (FINEP).

Fonte: IDGNow