Diretores de TI devem mudar suas ações para serem líderes

7COMmConsultoria especializada de TI Desenvolvimento de software Outsourcing de TI Projetos de TIDiretores de TI devem mudar suas ações para serem líderes
27
nov
2014

O Gartner, uma das mais conhecidas empresas no segmento de pesquisas sobre negócios e internet, realizou um estudo para identificar o que estão pensando os CIOs (os diretores de TI de empresas) sobre as suas ações no mercado atual. O resultado obtido é bastante surpreendente, principalmente pelo fato de que esses executivos entendem que devem mudar seu modo de pensar e trabalhar para alcançar sucesso através da internet.

Para que fosse possível levar a pesquisa adiante, o Gartner trabalhou com executivos de 84 países, totalizando quase 3 mil pessoas e US$ 397 bilhões em orçamentos. Na espécie de conversa que se deu, a conclusão comum é a de que a internet e os meios digitais já não são algo que deve ser considerado periférico, mas central, reunindo grande parte dos esforços e investimentos de uma determinada companhia.

Acompanhando o restante do mundo

O ambiente digital também gera grandes contribuições para os negócios, abrindo as portas para a atual era digital – aquela em que a internet contribui de maneira positiva para as empresas, servindo de ponte de comunicação entre elas e os seus clientes. Além disso, trabalhar de forma digital também permite que as organizações transformem desvantagens em vantagens, atuando de maneiras que antes não eram imaginadas.

Dessa maneira, os executivos ligados à TI não devem ser apenas expectadores dessas mudanças de comportamento que regram a comunicação entre empresas e clientes. Os dirigentes devem mudar a maneira que trabalham, deixando de atuar de modo puramente técnico e partindo para a criação de soluções e novidades tecnológicas. Ainda segundo a pesquisa, os CIOs entendem essa necessidade de mudança e esperam que elas sejam feitas em até três anos para que resultados positivos e importantes sejam alcançados.

Sim, dificuldades existem

Por conta do costume que há em gerir empresas de modo preciso, disciplinado e “quadrado”, o orçamento para a área de TI deve crescer apenas 1% em 2015. Atualmente, a maioria dos entrevistados consegue trabalhar dentro das próprias limitações financeiras, mas este tipo de engessamento pode prejudicar a evolução necessária para que se tire real proveito dos meios digitais.

A tendência é a de que os gestores trabalhem mais focados em visão do que em controle, sendo que a falta de dinheiro pode prejudicar esse andamento. Contudo, espera-se que a formação de líderes de TI (e não apenas chefes) comece a mudar todo esse cenário, colocando a tecnologia de informação em um patamar completamente diferente em um futuro bastante próximo.

 

Fonte: Canaltech

 

Add Comment

Your email address will not be published.

3 × 1 =