Qual a bússola de sua carreira para 2015?

7COMmCarreira em TIQual a bússola de sua carreira para 2015?
8
jan
2015

Por: Jorge Horácio Audy

Você sabe o que quer para sua carreira? Você tem metas de curto, médio e longo prazo? Onde você estava a cinco anos atrás? Onde queria estar em 2014? E 2015? Sua vida profissional o está levando para onde quer estar daqui a cinco anos?

Muita gente entra no piloto automático e já nem pensa mais em nada disso, apenas vive cada dia sem pensar, faz a sua parte, espera o salário no final do mês e as férias no final do ano, velhos ou jovens contando o tempo para se aposentar.

Pessoas conseguem tocar sua vida profissional sem planos, resignam-se a não pensar nisso, desde que consigam ter um mínimo na vida pessoal, como se só fosse possível ser feliz fora do horário comercial, o resto é quase um carma.

Alguns desdenham a geração Y porque é insatisfeita, rebelde sem razão, só porque ficam querendo mais, porque querem ter felicidade, orgulho e paixão no trabalho, além de reconhecimento, desafios, crescimento e parceria.

Não seja um Sapo

Todo mundo conhece a história do sapo que entra em uma panela com água fria aos 20 anos e não percebe a temperatura subir e o tempo passar, alguns desses sapos são demitidos aos 35 e não sabem o que fazer, outros só saem mortos.

. O quanto está feliz e seu trabalho tem um propósito além do salário?
. O quanto você cresceu em 2014 e o quanto foi reconhecido por isso?
. O que aprendeu e o quanto isso o ajuda a crescer na sua carreira?
. O quanto você conta o mês até o final, até receber sua recompen$a?
. O quanto você acredita naquilo que faz, nos resultados e nos meios?
. Você tem orgulho do que faz com colegas, chefe e/ou chefiados?

Não seja o sapo que fica dentro da panela sem olhar para fora, acomodado, curtindo o calor e o tempo passar, inquiete-se, vá atrás de mais conhecimento, desenvolva habilidades inatas, tenha atitude, seja quem faz a diferença.

Relembrando a teoria da dissonância cognitiva, quantas justificativas e sentimentos você cria para você mesmo esperar que 2015 seja melhor sem que você tenha feito nada além do mínimo esperado para fazer acontecer a mudança?

Era do conhecimento

Há bilhões de pessoas no mundo sem esclarecimento, conhecimento ou mesmo mínimo acesso a informação, mas não é o caso de ninguém que esteja lendo este post, pois provavelmente a maioria absoluta não se enquadra como ignorante.

Ignorante – Diz-se da pessoa que não tem instrução, que não sabe nada. Diz-se da pessoa que ignora, que não tem conhecimento no assunto em questão.

Século XXI, ano de 2015 e muitos preferem ver sua profissão e trabalho como algo apenas relacionado a salário e veem a si mesmo como operários, alguns até tem orgulho em só fazer bem apenas aquilo que é esperado, cumprindo ordens.

Cada vez mais profissionais e empresas começam a acreditar em melhores resultados provenientes de profissionais pró-ativos, equipes auto-organizadas, com maior autonomia e liberdade para fazer mais, serem reais protagonistas.

Business Model You

Dedique a sua carreira o mesmo tempo que qualquer empresário dedica no planejamento e acompanhamento de sua empresa, mas seja ágil, elimine seus desperdícios, foque em valor e MVP, seja iterativo-incremental-articulado.

Construa seu Business Model You com seriedade, identifique quem é seu cliente, tanto empresas quanto mercado, liste os valores que você agrega ou quer agregar, defina seus canais, meios, benefícios, recursos, atividades, parceiros e custos.

Não seja leviano, não o faça pensando somente no que você é ou teve que ser, abra a cabeça, volte a ser aquele jovem de 20 anos cheio de sonhos, tenha os pés no chão sim, mas olhe para o horizonte sem preconceito ou medos.

 

business model

Networking

Independente de onde você quer chegar, quais são os conhecimento e habilidades necessárias, você precisa ter atitude, dedique tempo e energia para criar ou aproveitar oportunidades que o façam aprender e crescer algo ou alguém novo.

A chave das boas oportunidades para todos, com ou sem sonhos e planos, é um bom networking. Participe de uma interação mensal com o mercado, quer em um GU, CoP, Fóruns ou eventos maiores, conheça e se faça conhecer.

Se a cada mês analisar a agenda de eventos e oportunidades, a maioria gratuitas, você chegará à conclusão que vale a pena perder a novela ou o jogo uma vez a cada mês para participar aprender algo novo, aprofundar, compartilhar, conhecer gente.

Dicas e Conclusão

Se você não explicita para você mesmo o que quer, então qualquer coisa estará de bom tamanho, sem objetivos tanto faz. Mas também não seja aquele sujeito que fica reclamando da vida, faça algo por você, os dez pontos abaixo podem ajudar:

#1. Seja fiel as suas crenças e princípios, siga-os;
#2. Acredite em você mesmo, mas tenha parceiros de viajem;
#3. Sonhe e planeje um passo de cada vez, tenha metas de curto prazo;
#4. Incomode-se, sempre tente ampliar a sua zona de conforto;
#5. Você é um só, equilibre sua vida pessoal e profissional;
#6. Poucos limites são definitivos, tente superá-los;
#7. Preocupe-se mais com você e menos com os outros;
#8. Não tenha muito medo, arrisque e aprenda com seus erros;
#9. Somos mortais, não entre em postergação indefinida;
#10. Curta a viajem e seja Feliz! :o)

henryford_TI

Sobre Jorge H. Audy

É escoteiro e agilista 24H por dia. Experiência como Scrum Master em equipes de produtos digitais. Agile Coach, instrutor de Scrum e workshops sobre princípios ágeis

 

Fonte: Baguete

Add Comment

Your email address will not be published.

cinco × dois =