Ambição e Ética não são inimigas!

7COMmCarreira em TIAmbição e Ética não são inimigas!
5
mar
2015

por: RAFAEL SÁ OLIVEIRA

O título do artigo pode soar estranho já que erroneamente as pessoas rotulam ambição como algo negativo, além de confundi-las com ganância, alimentando ainda mais o preconceito existente. 

Etimologicamente falando: Ambição vem do latim Ambitĭo, que significa “entre duas direções”. Ou seja, a escolha para alcançar um objetivo maior é o foco da palavra. Logo sua real definição nada tem a ver com a conotação negativa. Em contrapartida a palavra Ganância, em sua origem latina, remete a fruto de usura e agiotagem, ou seja, desde sua formação a palavra é entendida como tomar vantagem com atitude desonesta e antiética.

Por desconhecimento desta diferença entre conceitos, muitos pensam que a Ambição não pode caminhar junta a Ética, e pensar desta forma é cometer grande equívoco que prejudica a vida pessoal e profissional.

Toda conquista, vitória e descoberta se originam com foco em vencer limites e definir novos paradigmas; o processo de inovação é essencialmente realizado por ambiciosos que buscam incessantemente o novo. Ser ambicioso é muito bom desde que suas escolhas sejam pautadas na Ética, pois um ambicioso sem ética se torna rapidamente um ganancioso.

Os Ambiciosos direcionam as atitudes para a realização de metas ousadas e significativas, motivam pessoas com seu arrojo, trabalham para o bem comum, propõem visão de carreira clara e definida, valorizam a vida e suas oportunidades, são frequentemente lembrados em novos projetos e convidados a assumir cargos mais altos na hierarquia com muito mais frequência. Tem continuamente  seus serviços recomendados e aprovados, são sempre lembrados e reconhecidos. Em suma, as qualidades do ambicioso são compartilhadas com as de um Líder… e normalmente são a mesma pessoa.

Os Gananciosos se mantêm presos ao egoísmo amarram-se a metas puramente individualistas, direcionam-se ao amoral, querem ganhar a qualquer custo, normalmente possuem baixa autoestima e tentam se auto afirmar vencendo por quaisquer meios as disputas com outras pessoas, não se importando com o que aconteça com elas; condicionam-se a utilizar práticas ilícitas, aproveitam oportunidades menos dignas e utilizam métodos moralmente condenáveis para subir rapidamente. Trazem consequências negativas para um grupo muito maior de pessoas, colecionam inimigos e por falta de apoio e aceitação da equipe ficam estagnados em suas posições de trabalho, quando não as perdem, já que são vistos como antiéticos e individualistas.

Como podem ver a Ganância possui apenas características contrárias ao que as empresas éticas buscam na atualidade. Sim, existem empresas pautas na antiética, e não são poucas – todavia, saiba que existem líderes sensatos e organizações que conseguem conciliar os interesses, pois transcendem a ganância e o lucro em nome daquilo que se convém chamar de ética, aliada ao respeito aos indivíduos.

Sendo assim não perca o rumo, faça sua parte, seja ambicioso mas sempre paute-se na Ética para não virar um reles ganancioso. Com ações mostre a sociedade que Ambição é diferente de Ganância. E Lembre-se – Por você, por sua carreira e por um mundo mais justo e melhor:

Ambição e ética devem andar juntas.

Sobre RAFAEL SÁ OLIVEIRA

Gestor de TI, com 12 anos em TI, adequado e certificado nas boas práticas da ITIL® , CobiT®, ISO 20000 e Balanced Scorecard , com conhecimento em Gerenciamento de Projetos, Gerenciamento de TI, Administração Estratégica, Gestão de Pessoas e de equipes de alto desempenho, treinamento e capacitação de equipes

 

Fonte: TI Especialistas

Add Comment

Your email address will not be published.

3 × 4 =