Em TI, mais vale formação ou experiência?

7COMmCarreira em TIEm TI, mais vale formação ou experiência?
24
mar
2015

por Renato Lopes*

Em TI, mais vale formação ou experiência? Para essa pergunta não há uma resposta padrão. Tudo depende do momento de cada profissional, do momento tecnológico que o mercado vive, bem como do seu planejamento de carreira. Mas uma coisa é fato: formação não substituiu experiência. Porém, só a experiência em certo momento profissional, não será suficiente.

Nos dias de hoje o mercado de TI é exigente nos dois aspectos. As vagas disponíveis provam isso, sempre exigindo conhecimentos e formações específicas para cada vaga. Então, como acompanhar um mercado tão volátil e versátil como esse?

Em primeiro lugar, experiência e formação devem caminhar juntas para um profissional ser considerado completo.

Por mais que a formação superior não seja um diferencial para os profissionais dessa área, independente de seu tempo de experiência, a falta dela pode provocar a estagnação em determinado momento da carreira, afinal, a base teórica e os trabalhos acadêmicos podem e devem ser aplicados à vida corporativa, ao passo que as dúvidas da vida corporativa podem e devem ser trazidas para a vida acadêmica, para que uma complete a outra. Ou seja, muitas vezes o ambiente corporativo supre algumas deficiências acadêmicas, reforçando conceitos distintos e aprendendo com outros profissionais de maior gabarito. E vice-versa.

Se com experiência e formação acadêmica o mercado não está fácil, imagine sem elas? Por isso, para se destacar em um mercado tão competitivo, além de formação acadêmica e experiência de mercado, dois quesitos são essenciais:

1- Fale outro idioma, de preferência o inglês ou o espanhol! Vejo tantas pessoas experientes e com excelente formação acadêmica que perdem grandes oportunidades pela falta de um segundo idioma. Mas quando digo falar outro idioma é dominá-lo mesmo, ler, escrever e se comunicar. O tal do “intermediário” ou “técnico” não fazem diferença nesse mercado tão globalizado. Com experiência, formação acadêmica e domínio de outro idioma, sua carreira tem um futuro longo e promissor.

2- Busque especializações, certificações e uma pós-graduação.  Assim, poderá direcionar sua vida corporativa nesse leque de opções que há em TI.

Se você busca uma área de gestão, saiba que após a sua pós-graduação o MBA é essencial, pois te dará uma visão gerencial da área e uma visão estratégica de TI, sem contar o networking que você consegue fazer nesse tipo de curso. No caso da escolha pela área de gestão, entra mais uma vez a importância do segundo idioma. Muitas multinacionais de abrangência na América Latina contratam gestores brasileiros de TI. Sendo assim, ter um idioma espanhol fluente pode ser a diferença em uma possível promoção.

Já chegamos, então, no profissional de TI da área de gestão com experiência, formação acadêmica, com pós-graduação e MBA, tendo além do inglês o domínio do espanhol. Suficiente para se destacar no mercado? Talvez. Todo gestor de TI vê a necessidade das certificações de compliance. Nesse caso, o ITIL e Cobit são muito bem vindos.

Ainda falando sobre gestão, é necessário que esse profissional tenha noção de outras áreas para dar o suporte necessário a elas quando necessário. Por isso, o gestor de TI que possui conhecimentos da área financeira, por exemplo, e conhece as métricas do SOX ou tem conhecimento nos modelos ISO e auditorias, tem um passo à frente se trabalhar em uma Instituição Financeira.

E existe ainda o profissional de TI que é especialista ou consultor em determinada ferramenta ou tecnologia. Aqui, além de imprescindível possuir o inglês, é necessário uma certificação desta ferramenta ou tecnologia para assegurar o seu conhecimento perante a empresa. Obviamente  que a diversidade de projetos executados nessa ferramenta – ou seja, sua experiência – mostra um diferencial que reafirma a sua certificação, mas muitas empresas exigem ver o diploma para comprovar a veracidade das informações.

Deu para notar que o mercado é mutante e cada caso é um caso, certo? Portanto, esteja sempre atento às tendências para estar atualizado com tudo que ocorre de novo ao seu redor e se atualizar rapidamente, seja em uma nova versão da mesma ferramenta que já é certificado ou um curso da área de gestão fora da TI.

Quantos cursos ou certificações você fez no ano que passou? Organize-se, crie suas metas desse ano. Quantos cursos você precisa ou quer fazer? Quantas certificações vai tirar? Qual idioma vai aprender ou aperfeiçoar? Fazer uma faculdade, uma pós-graduação, um MBA, falar inglês, espanhol, tirar certificações, etc. Aliás, já pensou em uma especialização nos Estados Unidos ou na Europa?

Acha exagero? Bem-vindo ao mercado de TI! O que é novo e destaque hoje, pode não ser amanhã. Por isso inove, reinvente, busque o depois de amanhã no hoje! Afinal, formação e experiência são importantes, mas mais importante do que isso é o que você faz com elas!

 

Sobre Renato Lopes

Gestor da área de TI e acredita que a humanização dessa área é a chave para conquistar equipes de alta performance e auto gerenciáveis. Palestrante e Professor Universitário, Renato busca compartilhar técnicas e soluções para formar times vencedores e entusiastas, buscando a qualidade de vida junto à satisfação do trabalho.

Fonte: CanalTech

Add Comment

Your email address will not be published.

5 × 3 =