Bolsa Brasileira de Mercadorias migra sistema para cloud Azure

7COMmCasesBolsa Brasileira de Mercadorias migra sistema para cloud Azure
1
jul
2015

A 7COMm fez a migração dos sistemas da BBM (Bolsa Brasileira de Mercadorias) para a plataforma Azure. Em pouco mais de um mês, a empresa conseguiu não só fazer toda a migração do sistema, como identificar e antecipar possíveis problemas na operação. O desafio foi ainda maior porque a mudança teve que ser feita para um novo endereço físico da BBM, com a garantia de  segurança.

Entre os sistemas migrados, o destaque foi o BBMNet, além de outros sete: Cadastro de Participante; SINAP (Sistema de Registro de Algodão em Pluma); CFBBM (Controle financeiro); Pregão Dinâmico; Pregão Prazo Determinado; Ofícios e Documentos; e Registro de Balcão.

“A Bolsa não poderia parar”, explica Cesar Henrique Bernardes Costa, diretor geral da BBM. “Era preciso fazer a migração na sexta-feira e na segunda-feira seguinte tudo tinha que funcionar normalmente, sem que o usuário tivesse qualquer interrupção do serviços. Estou satisfeito de termos alcançado nossa meta dentro de um prazo que era bem curto”.

“Não apenas fizemos uma migração de sistema com sucesso em um curto espaço de tempo”, lembra Estefanie Takase, diretora da companhia. “Conseguimos colocar o sistema funcionando em um mês, quando o prazo mínimo desse tipo de operação é de três meses. E não foi apenas a migração. Fizemos o mapeamento do banco de dados, que foi recriado analisando-se tabela por tabela, e como elas iriam subir nesse banco de dados”.

A parceria com a Microsoft entre outras vantagens, proporciona economia de custos e a confiabilidade de um datacenter que possui várias certificações na área de segurança, como o ISO/IEC 27001/27002, PCI DSS, entre outros.

Segundo Cesar Henrique Bernardes Costa, diretor geral da BBM, a  empresa fez todo o processo sempre com garantia de segurança e a custo competitivo: “Fomos atendidos em tudo o que precisávamos, como manutenção de protocolos, regras de auditagem, criptografia etc. Começamos a rodar com o sistema já migrado e o processo foi imperceptível para nossos clientes. Mais ainda, a performance do sistema melhorou e passamos a ter um link dedicado sempre com segurança”.

O gerente administrativo da BBM, Antonio Avante Filho, destaca também a economia conseguida pela Bolsa graças a essa parceria, pois “não precisa de estrutura própria para mudar um sistema, o que significa redução de custos com pessoal e infraestrutura administrativa, por exemplo”.

Fonte: TI Inside