Busca
+55 (11) 3358-7700 | +55 (11) 4058-7777

Pagamento com QR Code é um ‘Negócio da China’ para a China e para o Brasil

No século XIII, quando Marco Polo voltava de suas viagens ao Oriente ele costuma contar histórias sobre as coisas exóticas que conhecia na China.  A curiosidade das pessoas por estas narrações ficou tão grande que foi criada a expressão ‘Negócio da China’. Com o passar do tempo, o avanço do capitalismo e o crescimento do volume de negócios, essas palavras tiveram uma modificação de sentido, passando a se transformar em sinônimo de grande acordo, transação vantajosa, lucro considerável, etc.

Ocorre que nestes tempos modernos é possível citar um instrumento que possibilita usar a expressão nos dois sentidos. Trata-se do pagamento por meio da tecnologia QR Code.  A revisa Exame trouxe uma reportagem recentemente informando que quase ninguém usa dinheiro na China e que os comerciantes fazem cara feia para quem os obriga a parar de servir para contar as notas e as moedas.

Segundo a publicação, embaixo de coisas como uma cesta de ovos, há sempre uma folhinha com um QR Code do estabelecimento.  Basta apontar a câmera do telefone celular para o código que o pagamento está feito. Ainda de acordo com a reportagem, um relatório da The Better Than Cash Alliance traz a informação de que as plataformas de pagamento por este método Alipay e o Wechat movimentaram juntas US$ 3 bilhões no ano passado. Desta forma, a China, que inventou o papel-moeda há 15 séculos, sinaliza com a possibilidade de ser o primeiro país a não mais precisar dele.

Mais porque restringir este ‘Negócio da China’ somente aos chineses? A mesma agilidade, segurança, conveniência e todas as demais vantagens conseguidas com este método são muito bem vidas também no Brasil.

Por isso a 7COMm investe fortemente em sua solução Pagg7. Trata-se de um sistema que substitui meios de pagamentos tradicionais por um aplicativo móvel que o consumidor utiliza como um cartão pré-pago. Os pagamentos são validados por um QR Code que garante a inviolabilidade na troca de informações entre a origem e o destino.

Recentemente a 7COMm intensificou ainda mais a aposta no sucesso do Pagg7 por meio de uma parceria com a Datablink, provedora global de soluções como Mobile Token, Push e QR Code.

A expectativa é que em breve o mercado brasileiro passe a usar em escala muito mais acentuada as novas alternativas de pagamento como o QR Code afinal, qualquer comerciante que já perdeu vendas por ter que ficar fazendo troco em moedas e qualquer consumidor que já desperdiçou tempo preciso de sua vida em filas sabe que não é preciso ser nenhum Marco Polo para descobrir que as novas tecnologias de pagamento eletrônico são um ‘Negócio da China’ para qualquer país do mundo.