Search
+55 (11) 3358-7700

O que é mais importante: ‘Quer pagar quanto? ’ ou ‘Quer pagar como? ’

A pessoa está em sua casa distraída assistindo televisão e de repente aparece um rapaz empolgadíssimo mostrando um sonho de consumo deste telespectador. Ele chama imediatamente sua atenção. O garoto propaganda fala das maravilhas que o produto oferece e arremata com a pergunta que seduz de vez o comprador: Quer pagar quanto?

A possibilidade de escolher o valor da conquista daquele sonho, embora fictícia, é uma tentação irresistível. Uma experiência inigualável que levou uma conhecida rede varejista brasileira a conquistar uma legião de clientes e aumentar consideravelmente seu volume de vendas recentemente numa das campanhas de marketing mais bem-sucedidas do país.

Mas infelizmente, para os varejistas, apenas vender não significa a resolução de todos os seus problemas. É preciso receber os pagamentos de uma forma eficiente e segura. Por isso a “Pesquisa global de percepção dos pagamentos 2017: Comerciantes e varejistas“, realizada pela Ovum, em parceria com a ACI Worldwide, revelou que o pagamento omni-channel é apontado por 79% dos lojistas no mundo como fundamental para criar a melhor experiência para o cliente. Isto significa que para o lojista, a relevância da pergunta: ‘Quer pagar quanto? ’ é a mesma da questão: ‘Quer pagar como? ’

De acordo com reportagem publicada pelo portal Tiinside sobre o assunto, 59% dos comerciantes entrevistados planejam aumentar o investimento em meios de pagamento durante os próximos 18 a 24 meses.

Os profissionais envolvidos no levantamento avaliaram que embora não exista apenas um caminho correto para a modernização de pagamentos, os benefícios de investir em métodos alternativos têm crescido tanto no que se refere aos resultados para os comerciantes quanto na melhoria da experiência do cliente.

Mas apesar desse entusiasmo com a multiplicidade de canais de pagamento, mais de três quartos dessas organizações consideram os problemas de segurança e gerenciamento de fraudes como os maiores obstáculos às suas decisões de investimento.

É neste contexto que a solução Pagg7, da 7COMm, desponta como uma das melhores alternativas. Ela oferece a possibilidade aos varejistas de possibilitarem aos seus clientes o uso do QR Code como alternativa aos meios de pagamentos tradicionais por meio de um aplicativo móvel. O QR Code garante a inviolabilidade na troca de informações entre a origem e o destino.

Com um sistema de funcionamento semelhante ao dos cartões pré-pagos, na prática o Pagg7 elimina a necessidade do uso dos cartões de plástico. O método já é usado com muito sucesso na China, onde já se discute a possibilidade de o dinheiro em espécie sumir de circulação.

A 7COMm tem intensificado recentemente sua aposta nesta solução por meio de parcerias e espera que a pergunta: ‘Quer pagar como? ’ seja cada vez mais respondida com: QR Code.