Search
+55 (11) 3358-7700

Assesment é a porta de saída para escapar do ‘Impasse Digital’

A palavra impasse tem origem no latim “In” (negativo) somado a ‘passare’, ou “passar” que deriva de ‘passus’. Então, quando dizemos que alguém está vivendo um impasse, o que estamos querendo informar é que aquela pessoa está enfrentando dificuldades para ir a diante, avançar, ir em frente.

Pois é justamente nesta situação que se encontram muitas empresas no que se refere às suas estratégias de Transformação Digital. Segundo uma pesquisa divulgada recentemente pela consultoria IDC, em matéria publicada pelo portal ComputerWorld, 59% das empresas globais ainda estão no que ela chama “impasse digital” e permanecem paralisadas nos estágios dois ou três do índice de maturidade digital (DX Maturity) criado pela consultoria.

Talvez esta situação não pareça tão grave se acharmos que transformação digital é somente uma nova moda ou algum novo termo para se referir a coisas antigas. Mas, se observarmos os números da própria pesquisa da IDC, abandonaremos rapidamente esta aparência e passaremos a entender a urgência de se encontrar formas de romper com esta paralisia. De acordo com o estudo, os investimentos diretos em transformação digital vão somar US$ 6,3 trilhões para o triênio 2018–2020.

Ao comentar sobre o impasse digital, um dos primeiros sintomas mencionados pelos autores do levantamento foi o fato de que as organizações identificadas neste estágio não sabem exatamente onde estão hoje e isto dificulta, ou praticamente inviabiliza, qualquer projeção com o mínimo de racionalidade sobre para onde elas querem ir amanhã.

É neste contexto que o Assessment surge como uma verdadeira porta de saída para quem está preso no paralisante impasse digital. Por meio de um processo de imersão total nas entranhas das organizações, os profissionais que dominam esta ferramenta conseguem traçar um diagnóstico preciso sobre a infraestrutura atual e ajudar a liderança a desenvolver cenários futuros projetando possibilidades de crescimento apoiadas por novas tecnologias e modelos de negócios.

De posse deste mapa inicial, a primeira parte do impasse digital é superada e as próximas etapas ficam por conta da capacidade de investimento, da velocidade estratégica com a qual as empresas escolhem atingir seus objetivos de transformação digital, das oportunidades de mercado que possam surgir e uma série de outros fatores completamente normais para o mundo corporativo.

Quando se sabe onde está e existem opções de caminhos a seguir, isto deixa de ser um impasse pois ir em frente passa a ser uma alternativa que pode ser escolhida quando a pessoa quiser.

Já se sabe, por exemplo, segundo a consultoria IDC, que em 2020 cerca de 60% de todas as empresas terão articulado completamente suas estratégias de plataforma digital para toda a organização e estarão em processo de implementar tal estratégia. Além disso, até o final de 2018, pelo menos 40% das empresas globais terão um time completo de liderança digital ao invés de terem apenas um único executivo no modelo Chief Digital Officer (CDO) para acelerar suas iniciativas corporativas para o modelo de transformação digital.

Finalmente, em 2020, os investidores vão avaliar os negócios digitais com métricas bem diferentes dos negócios tradicionais. Cerca de 75% do valor de mercado das empresas vai depender de índices como: Participação de Plataforma, Valor de Dados e Engajamento do Consumidor.

Para 2020 faltam menos de dois anos, então não há mais tempo para ficar preso ao impasse digital. Abra a porta desta prisão com o Assessment e siga em frente rumo à transformação digital.