Search
+55 (11) 3358-7700

Procura por especialistas em Blockchain acelera entre as instituições financeiras

A lei da oferta e demanda criou condições extremamente favoráveis para especialistas em Blockchain principalmente no que se refere à indústria financeira. À medida em que o potencial desta tecnologia se mostra cada vez mais capaz de revolucionar o mundo dos bancos tradicionais, assim como fomentar o fortalecimento do inovador mundo das criptomoedas, as companhias entendem que não podem mais adiar a busca por desenvolvedores, designers e economistas para acelerar seus projetos.

Este panorama criou uma situação na qual o número destes profissionais ainda é reduzido para atender à grande procura. Então eles são disputados a peso de ouro e têm a condição invejável, num país com milhões de desempregados, de poder escolher a empresa na qual querem trabalhar, o salário que querem ganhar e os benefícios extras que desejam aproveitar.

Em matéria publicada na edição 80 da revista CIAB FEBRABAN, o   diretor da Associação Brasileira de Criptomoedas e Blockchain (ABCB), Courtnay Guimarães, disse que embora estejam decolando primeiramente entre empresas da área financeira, as oportunidades para especialistas nestas tecnologias têm grande potencial de se espalhar para outras áreas como saúde e direito, por exemplo, já que a computação distribuída e a criptografia são capazes de gerar fluxos para assinaturas de contratos ou para o tráfego de exames médicos com mais segurança e menor custo.

“Ao fim, a experiência do profissional de blockchain nos bancos poderá, mais que fazê-lo crescer dentro de uma instituição financeira, abrir muitos novos mercados para atuação profissional”, disse.

Enquanto isso, as instituições financeiras se dividem quanto à estratégia para usufruir do conhecimento destes técnicos. Algumas estão optando por formar seus próprios especialistas internamente enquanto outras preferem recorrer a profissionais disponíveis no mercado.

O consultor de Blockchian Jeff Prestes, declarou à publicação que especialistas em plataformas como Corda e Ripple, que usam tecnologias que estão na base do Blockchain, conseguem empregos em instituições financeiras, em regime CLT, por salários entre R$ 10 mil e R$ 15 mil.

Apesar disso, ele alerta para a relevância do fator experiência pois uma das exigências sobre o especialista em Blockchain é que ele consiga conectar conhecimento em banco de dados, uso de criptografia e domínio em conceitos da computação distribuída.

Como um nível de capacitação complexo como este não se adquire da noite para o dia, é fato que as instituições financeiras terão que enfrentar ainda por um tempo considerável o desafio de encontrar estes profissionais.

Como pioneira e uma das empresas que mais desenvolveram projetos com Blockchain no Brasil, a 7COMm possui profissionais altamente especializados na aplicação desta tecnologia. A empresa é parceira das principais plataformas e acompanha de perto a evolução da tecnologia.  Sua demanda não pode esperar. A 7COMm oferece a solução.

Clique aqui e baixe o guia prático “6 passos para a implementação de Blockchain” e entenda como iniciar esse processo em sua empresa.

Fique ligado! Estaremos no CIAB 2019 para falar sobre Blockchain e vários outros assuntos.

Será um prazer te receber em nosso stand. Clique aqui para receber um convite GRATUITO.