Search
+55 (11) 3358-7700

Projeto minimiza vulnerabilidades do Blockchain para acelerar implantação de projetos

O reconhecimento por ser uma tecnologia revolucionária em quase todas as indústrias não impede os entusiastas do Blockchain de buscarem constantes aprimoramentos da ferramenta. Dessa forma, o Hyperledger, um esforço colaborativo de código aberto, anunciou no final de janeiro a disponibilidade geral do Hyperledger Fabric 2.0. Em princípio, a nova versão oferece um controle mais granular dos canais privados e minimiza as vulnerabilidades do Blockchain. Uma vez que este resultado é alcançado, a expectativa é aumentar a eficiência e a segurança das implantações de produção.

De acordo com comunicado enviado à imprensa, grande parte do trabalho se concentrou em novas maneiras de gerenciar o ciclo de vida do contrato inteligente. Assim, foi possível maximizar a flexibilidade, remover gargalos e criar mais opções para distribuir a governança.

Segundo o presidente do Conselho de Administração da Hyperledger, Rob Palatnick, o Hyperledger Fabric 2.0 é um importante passo na evolução contínua do DLT. Principalmente porque ele foi desenvolvido com base no feedback do uso no mundo real, incluindo recursos aprimorados de gerenciamento de códigos e de desempenho.

As organizações podem adicionar verificações automatizadas

A fim de minimizar as vulnerabilidades do Blockchain, o novo modelo oferece várias melhorias no ciclo de vida anterior. Sem dúvida uma delas é o aperfeiçoamento da exigência de que várias organizações concordem com os parâmetros de um código. Com efeito, isto cria um processo de atualização mais deliberado e simplifica as políticas de endosso e as atualizações privadas de coleta de dados.

Além disso, as organizações podem adicionar verificações automatizadas às funções do código para validar informações adicionais antes de endossar uma proposta de transação. Ao mesmo tempo, a redução das vulnerabilidades do Blockchain passa pela possibilidade de as decisões humanas serem modeladas em um processo que abrange várias transações.

Só para exemplificar, o código pode exigir que atores de várias organizações indiquem seus termos e condições de contrato em uma transação contábil. Em seguida, uma proposta final pode verificar se as condições de todos os envolvidos são atendidas e “liquidar” a transação comercial.

A chegada da era da produção para blockchain empresarial

Finalmente, os mesmos métodos descentralizados de chegar a acordo que sustentam o novo gerenciamento também podem ser usados ​​em seus próprios aplicativos de código.  Em outras palavras, isso visa garantir que as organizações consigam transações de dados antes de serem comprometidas com o código razão.

Para os envolvidos, o Fabric 2.0 reflete a experiência de desenvolvimento da comunidade e confirma a chegada da era da produção para blockchain empresarial.

Posto que a redução das vulnerabilidades do Blockchain faz parte das buscas constantes da 7COMm, a empresa tem acompanhado de perto esta movimentação. Por causa de nossa história de estreita parceria com a indústria financeira, temos consciência de que essa evolução impactará diretamente a disseminação da tecnologia. Em suma, à medida que os bancos se sentirem mais seguros com relação ao Blockchain, mais e mais implantações serão efetivadas. Por consequência, outros setores seguirão este exemplo e toda a transformação digital prometida estará em curso. Clique aqui e entre em contato e saia na frente com segurança.