Search
+55 (11) 3358-7700
Suporte e monitoramento de TI

Como garantir disponibilidade de serviços de TI com suporte e monitoramento de infraestrutura e aplicações

Hoje, mais do que nunca, a disponibilidade da estrutura de TI é crucial para os negócios. Seja no acesso à VPN, para que os colaboradores em home office possam executar suas tarefas, ou no site da companhia, em que uma instabilidade pode significar a perda de uma venda e, no extremo, de um novo cliente.

A demanda por estruturas ágeis e disponíveis atinge seu ápice quando o mundo digital é a base das atividades de trabalho, de consumo e até de interação social. Por isso, o monitoramento e gestão das estruturas ganham ainda mais espaço no ranking de prioridades das empresas.

São inúmeros os ganhos proporcionados por um monitoramento eficiente. Entre eles, estão prevenção de falhas, evitando indisponibilidade ou instabilidades nos serviços de TI; aumento da segurança, minimizando o risco de brechas e de perda de dados; e melhor planejamento e alocação de recursos, já que é possível obter informações sobre o uso de espaço em disco, performance da máquina, entre outros e, portanto prever a necessidade de novos investimentos na aquisição de máquinas.

Tipos de monitoramento

Para escolher a solução mais adequada é necessário entender as características da sua estrutura e nível de criticidade de cada aplicação e também conhecer as opções de serviços de monitoramento que o mercado oferece:

– Reativo: após o alerta, um analista é acionado para fazer as tratativas necessárias à resolução do problema.

– Pró-ativo: o analista inicia a tratativa de eventuais problemas antes de eles ocorrerem efetivamente. Ao detectar sinais de anormalidade na estrutura, ele entra em contato com clientes, parceiros, fornecedores, evitando ou minimizando os impactos negativos na produção.

Além do tratamento de anormalidade da estrutura, também é possível monitorar o padrão de operação, ou seja, se o cliente transmite um arquivo todo em determinado horário, caso não o transmita, o analista pode entrar em contato alertando sobre isso. –

– Não humano: trabalha de forma autônoma, efetuando testes e checagens pró-ativas para identificar rapidamente eventuais problemas e, automaticamente, iniciar os processos de correção e/ou diagnóstico prévio. Com isso, auxilia o analista ao agilizar o entendimento e a solução do problema.

Além disso, pode notificar diretamente clientes, parceiros e fornecedores, sem a necessidade de intervenção humana.

A 7COMm possui um portfólio completo de serviços de monitoramento. Fale com nossos especialistas e descubra qual a solução mais adequada ao seu negócio.